BeeDynamicBooks Livraria On-Line



André e Vicente, os aventureiros de Anita Santos

Publicado por Bee Dynamic Books em

 

Anita dos Santos é natural de Alcântara, Lisboa, residindo há mais de uma década na Ericeira com o seu marido e filhos. A sua paixão sempre foram os livros. Mas não só. O sonho de escrever esteve sempre presente. Com o seu primeiro livro “Crónicas de André e Vicente – O Bosque dos Murmúrios”, em 2015, realizou um sonho de décadas.

Foi um dos autores escolhidos para a colectânea “Um Livro Num dia, Contos da manhã que logo entardeceu” Vol. II, da Chiado Books, com o seu conto “Artie, o destruidor!” em 2016.

Em 2016 publicou o segundo volume das “Crónicas de André e Vicente – A Cidade das Brumas”.Participou na colectânea “Um Livro Num dia, Contos da manhã que logo entardeceu”, em 2017, na 2ª Edição, uma edição especial, com o conto “O Meu Sonho! Voar!”, e em 2018 com o conto “Encontros na Madrugada”, da Chiado Books.

Ainda em 2018, participou na “Colectânea de Cartar de Amor – Três Quartos de um Amor”, com “Carta de Amor, ao Meu Amor”, também da Chiado Books.

 

Neste segundo livro das Crónicas de André e Vicente, vamos encontrar os dois amigos a caminho da Cidade do Norte, na companhia do Mensageiro, onde foram chamados com urgência pelas suas progenitoras.

É chegado o momento de se cumprir a profecia que foi feita setenta anos antes do nascimento dos dois jovens, por um druida vidente, que predizia que de ambos seriam os guardiões e guias da Gente Pequenina. Mas foram feitas mais previsões das quais os dois jovens não têm ainda conhecimento.Deles irá depender a continuidade da Cidade do Norte, da Cidade das Brumas, como sede da guilda dos druidas. Tudo lhes é revelado nas cartas enviadas pelas Escolhidas, as suas progenitoras.E enquanto o caminho para a Cidade das Brumas se revela pleno de surpresas quer para os feéricos quer para os humanos que os acompanham, o perigo e as surpresas fazem-se sempre presente entre eles. Na Cidade do Norte, a intriga, a traição vai minando por entre os elementos do Circulo dos Sete, o órgão máximo da Cidade dos druidas. E como tinha sido previsto, a Cidade está em risco. Os feéricos menores na Cidade foram, entretanto, desaparecendo. Porque será? Também isso os jovens druidas irão desvendar, com o auxílio do Traquinas, do Cotovia e do Senhor dos Bosques. Contarão além disso com o inestimável Mensageiro e com as Escolhidas.

Haverá mais surpresas a aguardar os dois amigos?

 

Deixem-me dar-vos a conhecer um pouco as aventuras e andanças do André e do Vicente. Estes dois jovens são especiais. Sobre eles foi feita uma profecia setenta anos antes do seu nascimento. Assim, nascidos e criados na Cidade do Norte, cidade mito para os comuns e também de onde são oriundos os druidas, quando chegou a altura, fizeram-se ao Mundo, até chegarem à povoação de Correr de Água onde ficaram a viver.

Quando o verde começa a desaparecer, de imediato se apercebem do que está por vir. Sabem, melhor do que ninguém que têm de procurar os feéricos pois eles são a chave na luta contra o mal que é o Senhor das Trevas. Ele odeia o verde, o bem, e os seus irmãos feéricos menores da Corte da Luz. Os dois jovens partem para o Bosque dos Murmúrios e empreendem uma jornada em busca do Senhor dos Bosques. Vão arranjar amigos inseparáveis no Traquinas, um gnomo facho de luz, e no Cotovia, um feérico emplumado. É claro que vão ter sempre do seu lado o apoio da Senhora da Luz para que os ajude na luta contra o Negro.

E muito mais encontram pelo caminho!

 

https://www.facebook.com/AnitadosSantos.sitiodosfae/

https://twitter.com/AnitadosSantos_